AcontecendoDelegada de Polícia ministra palestra no Dia Internacional da Mulher

ITAÍ Delegada de Polícia ministra palestra no Dia Internacional da Mulher Da Redação Com Assessoria A Delegada de Polícia Camila Rosa Alves Yamanaka, titular da Delegacia de Taquarituba, ministrou na última quinta-feira, 8, em Itaí, uma palestra que teve como tema a violência contra a mulher. A policial civil esteve na cidade a convite do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) “Mãos que Acolhem”, que em parceria com a Prefeitura do Município de...
Avatar A Comarca12 de março de 20181493 min

ITAÍ

Delegada de Polícia ministra palestra no Dia Internacional da Mulher

Da Redação
Com Assessoria

A Delegada de Polícia Camila Rosa Alves Yamanaka, titular da Delegacia de Taquarituba, ministrou na última quinta-feira, 8, em Itaí, uma palestra que teve como tema a violência contra a mulher.
A policial civil esteve na cidade a convite do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) “Mãos que Acolhem”, que em parceria com a Prefeitura do Município de Itaí organizou o evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.
A exposição foi dirigida a mulheres atendidas pelo CREAS, órgão público de abrangência municipal cujo objetivo é dar apoio social especializado a famílias e indivíduos em situação de risco pessoal ou social, por violação de direitos.
A delegada falou, entre outros assuntos, sobre como as autoridades agem no combate às diversas formas de violência contra a mulher, tendo como base a Lei Federal nº 11640/2012, conhecida como Lei Maria da Penha. “Essa norma veio para agilizar o atendimento e torná-lo mais eficaz, o que de fato aconteceu, principalmente em razão de medidas como a que obriga o agressor a se afastar da vítima”, destacou.
Camila explicou que à Polícia Civil cabe reprimir os casos de agressão, em todas as suas vertentes, como física e psicológica, além de identificar e apurar as condutas dos autores por meio de inquérito policial, para depois comunicar a Justiça.
Ao final, a delegada pontuou que o problema ultrapassa a esfera individual, pois envolve toda a sociedade. “Temos uma cultura que ainda subjuga a mulher, transformando-a em objeto. Por causa disso, muitos homens se sentem no direito de agredir ou até mesmo matar suas companheiras. Precisamos acabar com isso”, frisou.

Quer falar com a gente?

Avenida Gilberto Filgueiras, 1402
Avaré / SP - CEP. 18706-240

E-mails:
j.acomarca@gmail.com
comercial@jornalacomarca.com.br

14 3733.2023 / 3733.2633

Redes Sociais

Assine já! 14 3733 2023

Jornal A Comarca, 2020 © Todos os direitos reservados