DestaqueGeralGoverno de SP declara emergência zoossanitária por causa da gripe aviária

Medida foi publicada no Diário Oficial nesta terça-feira (15) e vale por 180 dias
A Comarca15 de agosto de 20234 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2023/08/GRIPE-AVIARIA.jpg

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), declarou estado de emergência zoossanitária por 180 dias por causa da gripe aviária (H5N1), que teve os seus primeiros casos registrados no Brasil no último dia 15.

A medida foi publicada no Diário Oficial desta terça (15), e já tinha sido tomada pelo Ministério da Agricultura e também por governadores de outros estados.

Ela é declarada sempre que há um risco de uma doença se propagar rapidamente entre os animais. É uma forma de o governo se antecipar a um surto.

Ainda não é um alerta relacionado à saúde humana, embora as ações de prevenção sejam importantes, pois humanos podem, sim, contrair a doença.

A maior preocupação, neste momento, é evitar que a gripe aviária chegue nas granjas e na criação de aves para a alimentação própria. Isso porque a gripe aviária se espalha rapidamente entre os animais.

Caso ela se dissemine, os animais precisarão ser sacrificados, o que diminuiria a oferta de carne de frango e ovos;

Ao declarar emergência zoossanitária, o governo consegue agilizar processos para combater a doença.

Exemplos: contratar funcionário por tempo determinado, reduzir a burocracia para comprar equipamentos ou deslocar servidores de um estado para o outro, explica o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin;

O Brasil continua sendo considerado território livre de infecção pelo vírus da influenza aviária, pois não existem diagnósticos nas granjas.

GRIPE AVIÁRIA NO BRASIL – A gripe aviária não é transmitida pelo consumo de aves ou ovos. De qualquer forma, medidas de biossegurança em aviários foram reforçadas.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o risco de contaminação entre humanos é baixo, mas as ações de prevenção são importantes porque com a circulação contínua da doença, há potencial de o vírus sofrer mutações, tornando-o mais contagioso.

As infecções podem acontecer por meio do contato com aves contaminadas, vivas ou mortas. Por isso, não é recomendado tocar e nem recolher aves doentes.

 

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked *