DestaqueOcorrências no trânsito de Avaré cresceram mais de 400%

Não é de hoje que se ouve falar que o trânsito de Avaré é um dos mais complicados entre as cidades da região, mesmo aquelas de portes maiores como Botucatu e Itapetininga, que possuem cerca de 150 mil habitantes ou mais. E isso pode ser comprovado com os números obtidos pelo Jornal A Comarca junto ao 53º Batalhão de Polícia Militar de Avaré, levantamento que aponta que a cidade teve um acréscimo de mais de...
Avatar A Comarca4 de dezembro de 2019
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2019/12/acidente-caminhao1575310046.jpg

Não é de hoje que se ouve falar que o trânsito de Avaré é um dos mais complicados entre as cidades da região, mesmo aquelas de portes maiores como Botucatu e Itapetininga, que possuem cerca de 150 mil habitantes ou mais. E isso pode ser comprovado com os números obtidos pelo Jornal A Comarca junto ao 53º Batalhão de Polícia Militar de Avaré, levantamento que aponta que a cidade teve um acréscimo de mais de 400% nas ocorrências do trânsito urbano em menos de um ano.

Segundo consta, as ocorrências de trânsito em suas diversas naturezas, no ano de 2018, atingiram a marca de apenas 128 registros ao longo de 12 meses, sendo que teve mês, como maio, por exemplo, que não foi registrada nenhuma ocorrência. Todavia, em 2019, até o mês de outubro, já foram registradas 556 ocorrências no trânsito de Avaré, um crescimento de 434% em relação ao ano passado.

Vale destacar que esse significativo aumento nas ocorrências de trânsito em Avaré estão diretamente relacionadas às constantes mobilizações que a Polícia Militar tem promovido desde o início do ano, as chamadas operações São Paulo Mais Seguro, Interior Mais Seguro e Rodovia Mais Segura.

ACIDENTES – Os acidentes de trânsito com e sem vítimas em 2019 também terão aumento se comparados com 2018. Aliás, os acidentes de trânsito sem vítimas ocorridos este ano já ultrapassaram o total registrado no ano passado: 215 em 2018 e 311 em 2019, número registrado de janeiro a outubro, portanto, faltam ainda dois meses.

Já os acidentes de trânsito com vítimas em 2019 ainda não chegaram ao total registrado em 2018: 230 e 223 em 2019 até o mês de outubro.

MAIS AUMENTO – Os atropelamentos no trânsito de Avaré também já ultrapassaram as ocorrências registradas em 2018. No ano passado, de janeiro a dezembro, foram registrados 11 atropelamentos, enquanto que em 2019, até o mês de outubro, já foram registradas 17 ocorrências dessa natureza.

CAOS EM HORÁRIOS DE PICO – Os engarrafamentos são notados diariamente, ao menos de segunda a sexta-feira, nas ruas centrais da cidade, pelo menos em ruas como Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Pará, enfim, todas que fazem parte do centro nobre da cidade.

São dois os horários de pico nessas ruas centrais, a partir do meio-dia até as 13 horas (ou 13h30), e a partir das 17 até as 18 horas, com muita gente pegando o filho na escola ou saindo do trabalho, parando em fila dupla entre outras práticas que acabam contribuindo para um verdadeiro “caos” nos chamados “horários do rush avareense”.

DEMUTRAN – O Departamento Municipal de Trânsito de Avaré (Demutran), se reúne periodicamente para discutir os inúmeros pedidos de munícipes que, por intermédio de vereadores, solicitam implantação de lombadas, placas de sinalização, mudanças de mão de direção de vias entre outros. As atas dessas reuniões são publicadas no Semanário Oficial do Município, onde são explicadas as decisões tomadas pelos membros do Demutran, todas baseadas no Código Brasileiro de Trânsito.

Mas vale destacar que a participação da população nessas decisões é extremamente restrita, tanto por falta de interesse dos munícipes como por falta de medidas adotadas por parte do Demutran, como audiências públicas para discutir mudanças complexas no trânsito, implantação de lombadas, placas de sinalização, enfim, uma oportunidade para que os problemas sejam discutidos publicamente.

CAMPANHAS – A reportagem da Comarca, por exemplo, não conseguiu junto à Polícia Militar informações sobre os cruzamentos mais perigos e que mais registram acidentes de trânsito. São questões que deveriam ter mais atenção por parte do Demutran, como a realização de campanhas de conscientização dos motoristas quanto aos cruzamentos mais perigosos, com colocação de faixas de advertência, e uma série de outras atividades com vistas à diminuição dos acidentes que tendem a crescer a cada dia se medidas preventivas não forem tomadas, e isso mesmo com o trabalho intensificado que a Polícia Militar tem feito nos últimos meses.

FROTA – Conforme apurado de forma extra-oficial pela Comarca, a frota de carros atualmente em Avaré está em mais de 60 mil veículos “tecnicamente em circulação”, para uma população de pouco mais de 90 mil habitantes segundo a estimativa do IBGE para 2019. É um fator que certamente também contribui para um trânsito fora do normal e até mesmo caótico, conforme taxa a maioria dos motoristas avareense e os que vêm de fora.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Quer falar com a gente?

Avenida Gilberto Filgueiras, 1402
Avaré / SP - CEP. 18706-240

E-mails:
j.acomarca@gmail.com
comercial@jornalacomarca.com.br

14 3733.2023 / 3733.2633

Assine já! 14 3733 2023

Jornal A Comarca, 2019 © Todos os direitos reservados