DestaquePolíciaPoliciais Rodoviários do TOR evitam suicídio na Rodovia Castello Branco

Homem havia postado em suas redes sociais a intenção de se matar. Esposa fez contato com a Polícia Militar e existia o cadastro da ocorrência de veículo e pessoa desaparecidos
A Comarca25 de novembro de 20223 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2022/11/TENTATIVA-SUICIDIO-1-1280x963.jpg

Durante patrulhamento pela Rodovia Presidente Castello Branco (SP-280), em Bofete, uma equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), recebeu informações de que o proprietário de um veículo com placas de Santana de Parnaíba/SP estaria passando por problemas pessoais e apresentando comportamento suicida, pois já havia postado em suas redes sociais a intenção de concretizar o suicídio.

A esposa do homem de 34 anos já havia feito contato com a Polícia Militar e existia o cadastro da ocorrência de veículo e pessoa desaparecidos.

A equipe observou a passagem do veículo e passou a acompanhá-lo no intuito de proceder a abordagem, verificar se o proprietário era quem estava conduzindo e conversar com ele a fim de constatar se ainda estava com comportamento suicida para poder assegurar uma melhor resolução para seu problema, porém, sem que ele colocasse em risco a sua vida e dos demais usuários da rodovia.

Ocorre que, no km 183 da rodovia, ao serem acionados os sinais sonoros e luminosos para que o condutor parasse o veículo, este resolveu acelerar mais e acabou jogando o veículo contra a defensa metálica existente no local no intuito de tirar a própria vida, vindo a chocar o veículo contra ela e tombar entre as faixas 01 e 02 da rodovia.

A equipe prestou os primeiros socorros e procedeu a sinalização do local. O homem não sofreu ferimentos graves e os policiais militares rodoviários passaram a tranquilizá-lo quanto à situação pessoal que estava enfrentando. Após o atendimento da ocorrência no local, os policiais militares rodoviários encaminharam o condutor e seu veículo à base operacional e aguardaram a chegada de sua esposa, familiares e amigos que o acolheram.

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked *