AcontecendoAvaré e região regridem à fase laranja e população aguarda novo decreto municipal

Governo de SP recomenda que alguns municípios, como é o caso de Avaré, adotem medidas mais restritivas por causa da ocupação de leitos de UTI
A Comarca15 de janeiro de 20212915 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2021/01/whatsapp-image-2021-01-15-at-12.57.17.jpeg

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou hoje que oito regiões do estado vão regredir de fase no Plano São Paulo. As regiões de Araçatuba, Bauru, Franca, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Taubaté passaram para a fase laranja, enquanto Marília entrou na fase vermelha, a mais restritiva do plano, na qual apenas atividades essenciais podem funcionar.

Com isso, 10 das 17 regiões do estado se encontram na fase laranja, englobando mais restrições a 31% da população paulista. A região de Marília, por enquanto, é a única cidade na fase vermelha. Avaré pertence à DRS de Bauru, portanto regride da fase amarela para a laranja.

No anúncio da reclassificação, realizado durante entrevista coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes, Doria admitiu que a pandemia piora cada dia mais no Estado.

“É uma medida preventiva e extremamente necessária para proteger vidas. Aqui há indicação clara de que a pandemia acentuou. Temos que tomar medidas de cautela, prevenção, para proteger vidas. É importante que tenham consciência disso: a situação vem se agravando a cada semana”, explicou Doria.

A reclassificação de hoje estava programada inicialmente para 5 de fevereiro, mas foi antecipada pelo governo após uma piora da pandemia e elevação de índices de novas internações em UTI’s e novos casos de infecção.

Com as mudanças feitas recentemente no Plano SP, as medidas se tornaram menos restritivas para as fases amarela e laranja. Por outro lado, os índices se tornaram mais rigorosos para a progressão de fase.

Quanto à ocupação de leitos de UTI, por exemplo, para uma região ser incluída na fase laranja, esse índice passou de 75% para 70%, demonstrando um endurecimento do plano. Já entre as medidas restritivas, as principais mudanças são a permissão para funcionamento do comércio por oito horas diárias na fase laranja e dez horas na amarela.

MAIS RESTRIÇÕES – Ainda na coletiva, o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, mencionou em sua fala uma lista de 43 municípios com risco de atingir quase 100% de leitos de UTI ocupados, onde Avaré está incluso. A sugestão dada pelo secretário é de que os prefeitos dessas cidades tomem medidas mais restritivas para conter o avanço da doença, ressaltando que Avaré, segundo o boletim epidemiológico desta sexta-feira, encontra-se com 100% de leitos ocupados nas Alas da UTI e da Enfermaria.

O prefeito Jô Silvestre deve se posicionar ainda hoje com mais um decreto municipal sobre restrições na cidade, com um possível toque de recolher à noite.

COM INFORMAÇÕES DO PORTAL UOL

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *