AcontecendoSecretaria esclarece sobre o fechamento das farmácias nos postos de saúde

Dr. Roslindo atribui medida a problemas de estrutura no atendimento
A Comarca15 de janeiro de 2021724 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2020/06/Postão-da-Rua-Acre-1.jpg

O fechamento das farmácias nas unidades básicas de saúde de Avaré esta semana provocou protestos da população, uma vez que não houve aviso prédio sobre essa medida por parte da Secretaria Municipal da Saúde.

Inúmeras reclamações foram postadas em redes sociais de pessoas que estão se sentindo prejudicadas com o fechamento das farmácias. O fornecimento de remédios foi concentrado em dois locais, na Farmácia Central 24 horas e no Centro de Saúde I (Postão da Rua Acre), e isso tem provocado revolta nos pacientes que precisam das farmácias constantemente.

Diante do problema, a reportagem do Jornal A Comarca entrou em contato com o médico e secretário da Saúde, Roslindo Wilson Machado, que ficou de enviar nota de esclarecimento na quinta-feira, antes do fechamento da edição, fato que ocorreu somente nesta sexta-feira, dia 15.

Acompanhe a nota enviada pelo secretário:

“A Secretaria Municipal da Saúde vem através deste documento esclarecer que a opção do fechamento das farmácias de bairro se deve ao fato de que algumas apresentavam problemas de estruturação para oferecer o atendimento ao público e a falta de Assistência Farmacêutica Integral (por folga ou atestado) o que causava desconforto a população que ficava buscando informações para saber onde retiraria seu medicamento.

A centralização do fornecimento dos medicamentos na Farmácia Central evitará esse incômodo, uma vez que seu atendimento ocorrerá sete dias em tempo integral, com estrutura adequada para tal atendimento.

Além da Farmácia Central 24hs a Farmácia localizada no Centro de Saúde I estará, de segunda a sexta, funcionando das 07hs as 17hs.

Com relação ao estado de pandemia enfrentado em nosso município, a Secretaria esclarece que medidas foram tomadas como o uso obrigatório de máscaras e álcool gel, orientações quanto ao distanciamento, a própria ampliação do horário de funcionamento e dispensação de medicamentos de uso contínuo para 60 dias, cabendo a colaboração da população para que apenas um integrante da família vá retirar todos os medicamentos e que evitem os possíveis horários de pico.

Roslindo Wilson Machado

Secretário Municipal da Saúde

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *