AcontecendoAvaré registrou 32 novos casos de sífilis no primeiro quadrimestre de 2018

Avaré registrou 32 novos casos de sífilis no primeiro quadrimestre de 2018 Dados foram apresentados na audiência pública da saúde, realizada em maio Da Redação O vereador Ernesto Albuquerque chamou a atenção para o aumento de casos de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) como a sífilis e o vírus HIV, registrados durante os anos de 2017 e 2018 em Avaré. De acordo com o parlamentar, os dados foram apresentados durante Audiência Pública, realizada no dia 18...
A Comarca8 de junho de 20181496 min

Avaré registrou 32 novos casos de sífilis no primeiro quadrimestre de 2018

Dados foram apresentados na audiência pública da saúde, realizada em maio

Da Redação

O vereador Ernesto Albuquerque chamou a atenção para o aumento de casos de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) como a sífilis e o vírus HIV, registrados durante os anos de 2017 e 2018 em Avaré. De acordo com o parlamentar, os dados foram apresentados durante Audiência Pública, realizada no dia 18 de maio, na Câmara Municipal.

O parlamentar mostrou indignação com o elevado número de casos de sífilis. “Neste ano foram mais de 32 casos novos da patologia, o assunto merece atenção”, declarou.

SÍFILIS – A sífilis é uma bactéria transmitida por contato sexual e ocasiona em lesões na pele, boca, nariz, problemas em órgãos internos, coração, nervos, ossos, dor de cabeça, náuseas, convulsões, dentre outros sintomas.

DADOS- Durante Audiência Pública da Saúde que contou com a presença de vereadores e servidores representantes da pasta, foram apresentados percentuais de casos de sífilis constatados no município, além de outras patologias. No terceiro quadrimestre de 2017, o número da patologia já havia dobrado em relação ao segundo quadrimestre, passando de 306 para 603 casos. Neste ano de 2018, foram registrados novos 32 casos de sífilis em Avaré, o que alerta a Secretaria da Saúde para a realização de uma campanha.  Ainda conforme os dados apresentados na Audiência Pública, Avaré registrou 6 novos casos de Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida), 7 registros de sífilis em gestante e 46 casos de sífilis adquirida.

CAMPANHA – A chefe do ambulatório da Santa Casa, a infectologista Marta Brandi Carneiro alertou para a existência constante da campanha gratuita para detectar DSTs. Além dos exames serem realizados no ambulatório da Santa Casa, no final do ano é realizada uma ação em postos de saúde de diferentes bairros de Avaré, a fim de detectar a patologia. Ainda segundo a infectologia, o aumento de sífilis e casos de HIV vem sofrendo um crescente nacional, o que alerta a população referente ao uso de métodos preservativos durante a relação sexual.

CASOS – Em contato com o Ministério da Saúde, a reportagem foi informada que segundo dados do Boletim Epidemiológico de 2017, em 2016, o número total de casos notificados de sífilis adquirida no Brasil foi de 87.593. Em gestantes, no ano de 2016, a taxa de detecção da sífilis de 37.436 casos da doença. Com relação à sífilis congênita, em bebês, em 2016 foram notificados 20.474 casos da doença.

PENICILINA – Referente ao medicamento para tratar a sífilis, o Ministério da Saúde informa que tem estoque garantido de penicilina para atendimento aos pacientes do SUS, diagnosticados com sífilis em todo o país, até o segundo semestre de 2018. “É importante lembrar que, desde 2014, quando houve alerta para um possível desabastecimento de penicilina no mundo, o Ministério da Saúde monitorou a situação no país e passou a fazer a compra centralizada do produto para garantir o abastecimento contínuo nos estados brasileiros”- relatou a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde.