AcontecendoPolíticaVereadores de Avaré propõem baixar os próprios salários e também o de vice-prefeito

Propostas serão discutidas na sessão ordinária marcada para segunda-feira
A Comarca26 de setembro de 2020553 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2020/09/9070237475e74a2f4be78a.jpg

Dois projetos de lei apontados para a próxima sessão ordinária da Câmara Municipal de Avaré, na segunda-feira, 28, fixam os subsídios do prefeito, vice, secretários municipais e vereadores para o quatriênio 2021/2024.

Nas redações originais dos projetos nenhum tipo de reajuste foi acrescido aos salários dos agentes políticos, que por força de lei federal, até o dia 31 de janeiro de 2021, não podem receber, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração.

Todavia, foram apresentadas emendas aos projetos sugerindo modificações nos salários dos vereadores e do vice-prefeito para o quatriênio 2021/2024. São emendas que baixam os salários dos vereadores e também do vice-prefeito, mas preservam os valores para o cargo de prefeito, atualmente em R$ 18 mil, e dos secretários municipais que recebem R$ 7,2 mil.

ESCOLHA DE VALORES

Ao todo foram apresentadas quatro emendas modificativas, sugerindo reduções diferentes para os cargos de vereador e vice-prefeito. No caso do vice-prefeito, os vereadores Toninho da Lorsa (PRTB) e Adalgisa Ward (PSD) apresentaram emenda modificando o salário de vice dos atuais R$ 7,2 mil para R$ 3,8 mil. Já o vereador Ernesto Ferreira de Albuquerque (PT) apresentou emenda sugerindo redução para R$ 6,6 mil.

Já para a função de vereador são dois os valores a serem escolhidos. Toninho da Lorsa apresentou emenda reduzindo o salário dos atuais R$ 6,6 mil para R$ 3,8 mil (sendo R$ 5,8 mil para o presidente da Casa). E por fim a vereadora Adalgisa Ward sugere que o salário de vereador seja de R$ 1,5 mil mensais, sendo R$ 3 mil para o presidente da Casa.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *