AcontecendoPolíticaJô Silvestre é reeleito, mas poderá enfrentar uma oposição maior ainda na Câmara

Dos atuais vereadores apenas quatro continuam seus mandatos até 2024
A Comarca16 de novembro de 20201065 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2020/11/106128329_573715220185425_3312226722953953407_o.jpg

As Eleições Municipais 2020 transcorreram dentro na normalidade na maior parte do país, exceto pela demora no início das apurações por causa de uma falha num dos computadores principais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Avaré, os resultados oficiais foram conhecidos após as 22 horas, mas correligionários do atual prefeito Jô Silvestre (PTB) já comemoravam sua reeleição diante de resultados obtidos em algumas seções que foram divulgados antes do “apagão”.

O atual prefeito Jô Silvestre, da Coligação Avaré Não Pode Parar (PTB, MDB, PSB), venceu as eleições e foi reeleito com 18.598 votos (45,86%). Seu principal oponente, Denílson Ziroldo, da Coligação Todos Por Avaré (PSD, Solidariedade, DEM, Cidadania, Patriota, PV, Avante, PDT), ficou com 11.941 votos (29,44%). A terceira posição foi do Bombeiro Monteiro, da Coligação Mudavaré (PRTB, PSL, PSC), que obteve 6.987 votos (17,23%).

Os demais candidatos a prefeito obtiveram as seguintes votações: Professor Sebastião (PT) com 1.391 votos (3,43%); Cris Chaddad (PSDB) com 1.108 (2,73%); Teresa Fonseca (Podemos) com 529 votos (1,30%).

NOVOS ALIADOS – Assim como governou nesses últimos quatro anos sem contar com a maioria na Câmara Municipal, o prefeito reeleito Jô Silvestre poderá enfrentar uma oposição ainda maior no quatriênio 2021/2024.

Nas eleições de 2016, Jô Silvestre venceu o pleito e começou seu mandato contando oficialmente com apenas quatro vereadores em sua bancada na Câmara. Logo após o início da administração, passou a contar com mais dois vereadores de situação, totalizando seis diante de sete parlamentares da oposição.

Já para o mandato 2021/2024 o prefeito reeleito Jô Silvestre deverá enfrentar uma oposição ainda maior, já que sua coligação conseguiu eleger apenas cinco vereadores, sendo três do PTB, um do PSB e uma do MDB. Os demais eleitos são representantes de outros partidos. Para este próximo mandato, Jô Silvestre terá que buscar novos aliados, senão enfrentará uma oposição de oito vereadores.

A NOVA CÂMARA – A vereadora reeleita, Professora Adalgisa, acabou sendo a candidata mais votada nessas eleições com  1.851 votos (4,77%), seguida do também vereador reeleito Jairinho do Paineiras (PTB), que obteve 1.575 votos (4,06%).

Também foram reeleitos os vereadores Roberto Araujo (PTB), com 1.183 votos (3,05%) e Flávio Zandoná (Cidadania), com 671 votos (1,73%).

Os demais candidatos eleitos foram : Luiz Claudio Despachante (PSD); Léo Rípoli (PTB); Marcelo Ortega (Podemos); Dr. Hidalgo (PSD); Magno Greguer Filho do Tonhão (PSB); Ana Paula do Conselho (Republicanos); Carla Flores (MDB); Diretora Bel Dadario (PSL); Tenente Carlos Wagner (PSD).

ABSTENÇÕES – Em relação às eleições municipais de 2016, o número de abstenções em Avaré cresceu e, juntando com os votos brancos e nulos o percentual de eleitores que deixaram de comparecer às urnas foi de 39,80% (26.807 eleitores).

O número de brasileiros que não compareceram às urnas no primeiro turno das eleições municipais realizadas no domingo (15) foi o mais alto no país nos últimos 20 anos. Foram registrados 23,15% de abstenções, frente a 17,5% na disputa passada, em 2016.

Cerca de 147 milhões de pessoas estavam aptas a votaram nesse primeiro turno. No entanto, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contabilizou 113.281.200 votos e 34.121.874 abstenções. Uma das explicações para o aumento da abstenção foi a ocorrência da pandemia do novo coronavírus.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *