AcontecendoPolíticaNúmero de abstenção nas eleições municipais foi o mais alto em 20 anos

O número de eleitores que não foram às urnas em Avaré é maior que o total de votos recebidos por Jô Silvestre
A Comarca16 de novembro de 2020282 min
https://www.jornalacomarca.com.br/wp-content/uploads/2020/07/PAG-2-eleições-2020.png

O número de brasileiros que não compareceram às urnas no primeiro turno das eleições municipais realizadas no domingo (15) foi o mais alto no país nos últimos 20 anos. Foram registrados 23,15% de abstenções, frente a 17,5% na disputa passada, em 2016.

Cerca de 147 milhões de pessoas estavam aptas a votaram nesse primeiro turno. No entanto, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contabilizou 113.281.200 votos e 34.121.874 abstenções. Uma das explicações para o aumento da abstenção foi a ocorrência da pandemia do novo coronavírus.

Em Avaré, o número de eleitores que não foi às urnas é maior do que o total de votos recebidos por Jô Silvestre que venceu a corrida à prefeitura – foram 21.195 faltosos, contra 18.598 votos recebidos pelo prefeito reeleito.

GERAL – Com o aumento da abstenção, o número de eleitores que não participaram dessas municipais foi o maior desde 1996. Neste ano, ausentes, brancos e nulos foram 30,6% do total de eleitores aptos a votarem. Isso significa que 45 milhões de brasileiros não escolheram seus candidatos. Nas últimas municipais, de 2016, esta taxa era de 27,8%.

Os dois estados mais populosos do Brasil também foram aqueles em que os maiores percentuais de seu eleitorado deixaram de usar seu direito de voto: Rio de Janeiro ficou em primeiro lugar neste quesito com 39,16%, seguido de São Paulo com 37,22%. (Com informações do Portal UOL)

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *